Dica de Livro: Mas não se Matam Cavalos? - Assuntos e Achados da Scheila

3/15/2019

Dica de Livro: Mas não se Matam Cavalos?

Sinopse: A depressão econômica da década de 1930 nos Estados Unidos fez as pessoas tomarem medidas drásticas para sobreviver. Popularizaram-se no país as maratonas de dança - competições públicas em que casais dançavam por dias a fio, desafiando os limites dos seus corpos diante de uma plateia animada, na tentativa de ser a última dupla remanescente. Em um período de fome e desespero, parecia uma maneira simples de ganhar um dinheirinho. Mas tais concursos escondiam uma agressividade e uma violência social usualmente não associadas aos salões de dança. 

Citação Preferida: Ela estava relaxada, confortável e sorria. Foi a primeira vez que a vi sorrir.

Minhas Observações: Mas não se Matam Cavalos? retrata as maratonas de dança que foram muito comum nos Estados Unidos durante o período da Grande Depressão. Essas maratonas chegavam a durar meses, levando alguns participantes a óbito. 

A história é centrada no casal Gloria e Robert, ambos refletem a decadência dos anos 30, sem empregos e sem oportunidades de viverem uma vida digna. As maratonas de dança estavam no seu apogeu, Gloria e Robert se inscrevem e são escolhidos. Participar de uma maratona de dança não era apenas arriscar a sorte de ganhar um prêmio em dinheiro, era também a garantia de ter um abrigo e refeições diariamente. Porém, conforme os dias vão passando, um verdadeiro show de horrores começa a surgir.

Mesmo enfrentando diversas dificuldades, Robert alimenta um espírito sonhador, já Gloria é a amargura em pessoa. O rapaz a repreende por inúmeras vezes, mas Gloria havia perdido a fé na humanidade a muito tempo, ela não vivia mais, apenas sobrevivia. A história se passa em flashback, com Robert nos relatando todos os detalhes que culminaram ao desfecho que nos é apresentado logo no inicio do livro. 

Mas não se Matam Cavalos? é um ótimo livro, tenso do primeiro ao último parágrafo. Temos em mente que a dança é sinônimo de divertimento ou distração, mas para os participantes das maratonas de dança, era a única esperança de dias melhores.

Minha Nota: 1star1star1star1stargray

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço a visita!! Beijos da Scheila!!