Livro: Uma Dose Mortal #AgathaChristie - Assuntos e Achados da Scheila

06/06/2021

Livro: Uma Dose Mortal #AgathaChristie

Livro: Uma Dose Mortal
Sinopse: Hercule Poirot também tem medo da cadeira do dentista. Depois de algumas obturações, é com alívio que ele deixa o consultório do habilidoso dr. Morley. Para a surpresa de todos, em seguida o dentista é encontrado morto. Teria sido suicídio ou um assassinato premeditado? Ao investigar o caso, Poirot se depara com o desaparecimento de uma das pacientes do dr. Morley - a misteriosa Srta. Sainsbury Seale. O detetive se vê então envolvido com um tumultuoso conflito de ideologias que abala a estabilidade da Inglaterra na sinistra atmosfera de desconfiança do início da Segunda Guerra Mundial.

Minhas Observações: Publicado em 1940, Uma Dose Mortal é mais um intrigante romance policial de Agatha Christie que entrou para minha lista de favoritos. A trama é bem articulada tornando-se impossível parar a leitura, a ansiedade em desvendar o assassino nos faz varar madrugadas lendo.

Quem não tem medo da cadeira do dentista que atire a primeira pedra. Poirot não foge à regra, porém, certa manhã ele enfrenta seu medo e visita o Dr. Morley, enquanto aguarda, o detetive observa os outros pacientes, sem jamais imaginar que seu dentista seria encontrado morto poucas horas depois do atendimento. Inicialmente, a causa da morte é dada como suicídio, mas conforme as investigações avançam, surge a hipótese de homicídio e, para complicar ainda mais o caso, uma paciente do dentista desaparece misteriosamente.

Uma Dose Mortal é daquelas histórias deliciosas de ler. Captei as pistas que Agatha Christie deixou nas entrelinhas, ainda assim não fui capaz de identificar o autor do crime. Se fosse outros autores certamente eu ficaria chateada por ter me dedicado a coletar informações, mas se tratando da Rainha do Crime fico feliz quando não desvendo o assassino. 

A habilidade da autora me impressiona a cada livro que leio. Suas artimanhas em nos levar por um caminho quando na verdade a direção oposta é a correta, sempre me surpreende. Nunca é demais uma dose de leitura e se tratando da Rainha do Crime, quanto mais mortal a dose, melhor.

Minha Nota: