Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de maio, 2024

Conquistar Amizades

Ter uma legião de amigos é fácil, todos conseguem. Mas ter amigos verdadeiros, que vão permanecer ao lado para o que der e vier, é raridade. Muitos querem sorrir ao teu lado, raros estarão junto de ti para consolar suas lágrimas. Não se ganha amizades verdadeiras, se conquista. (Scheila F. Scisloski) Artista Eugeni Balakshin

Junho vem Chegando

 Do mesmo jeito que as folhas são levadas pelo vento do outono; Maio vai indo embora... Deixando memórias nas esquinas do tempo. Junho vem chegando... Trazendo dias frios de inverno e aconchegantes no calor dos abraços. (Scheila F. Scisloski) Artista Bia POF

Escuridão da Noite

 É impossível contemplar o amanhecer sem antes passar pela escuridão da noite. (Scheila F. Scisloski) Artista Louis Marius Amorim Ferreira

Desculpas

 Quem te quer bem não arruma desculpas. Quem te quer bem sempre arranja um jeito de estar por perto, ainda que não esteja presente. (Scheila F. Scisloski) Artista E.Pcat

Elo com Deus

 Fé é o elo que nos liga a Deus na forma de milagres. (Scheila F. Scisloski) Artista Danny Hahlbohm

Paixão e Amor

 Algumas pessoas vão simplesmente te oferecer as estrelas... Outras vão gentilmente te guiar até elas... Essa é a diferença entre paixão e amor. (Scheila F. Scisloski) Artista David Renshaw

As Hereges (Heretiks, 2018)

 Assisti  As Hereges  sem nenhuma expectativa e fui surpreendida. Não há nada de extraordinário no enredo, o velho clichê das feiras do mal domina a trama, mas o clima sombrio e a ambientação despertaram minha atenção para este filme. O convento é sinistro, paredes de pedras cobertas por musgos, portas que rangem e longos corredores escuros, iluminados somente por velas ou relâmpagos causam calafrios.  Os diálogos enigmáticos também ajudam a amentar o horror. Embora esteja longe de ser um bom filme de terror, ainda assim se destaca como um dos melhores da recente safra de filmes de freiras assombrosas. Para conhecer o filme acesse o IMDb

O Despertar (The Awakening, 2011)

  O Despertar  é um filme de terror, envolvente e britânico elegante, com fotografia e figurinos impecáveis, além é claro de um roteiro engenhoso que conta a história de uma cética , Florence Cathcart, especialista em desmascarar charlatões que enganam as pessoas se passando por médiuns espíritas. Até que um dia ela passa a ser testada por forças sobrenaturais colocando em dúvida suas teorias. O filme soa confuso às vezes por causa das complicações que surgem ao longo da trama, mas nada que seja muito complexo ou indecifrável, só exige um pouco mais de atenção. A reviravolta no final impressiona por não ser habitual. Para conhecer o filme acesse o IMDb Rebecca Hall

Caçada ao Outubro Vermelho (The Hunt for Red October, 1990)

 Contando com vários núcleos narrativos,  Caçada ao Outubro Vermelho  é hábil ao estruturar a história em cima de cada um sem confundir o público, nem tirar o foco de seus dois melhores personagens, Ryan e Ramius. A trama consegue prende nossa atenção ao permitir que acompanhemos todas as estratégias de ambos os personagens para fazerem seus planos darem certo.  Se você gosta de filmes sobre assuntos políticos, guerras e espionagem , certamente irá gostar desta obra-prima noventista. Apresenta clima tenso com excelentes momentos de suspense, ótima trilha sonora e atuações impecáveis, principalmente de Sean Connery e Alec Baldwin. Para conhecer o filme acesse o IMDb Sean Connery  

A Deusa Fortuna (La Dea Fortuna, 2019)

  A Deusa Fortuna  é um filme muito bonito e agradável de assistir. O foco principal do enredo é a família onde tópicos como diversidade, homossexualidade e conflitos familiares são adicionados de maneira refinada. Temos aqui um filme de sutilizas com uma história delicada e personagens realistas que realmente dão vida a história contada.  Para conhecer o filme acesse o IMDb Stefano Accorsi e Edoardo Leo

Testemunha Fantasma (Eerie, 2018)

  Testemunha Fantasma é um filme de terror filipino  que me surpreendeu. A fotografia tem uma saturação de cores bem baixas, quase em preto e branco, remete aos filmes antigos do gênero. A atmosfera fantasmagórica e a tensão sempre presente causam calafrios. A história rende alguns sustos, mas a parte interessante não está no sobrenatural e sim na temática do mundo material, temas como  bullying , depressão e conflitos familiares são abordados de maneira bem perspicaz. O filme toca em algo que acredito: a continuidade dos sentimentos e na sua intensificação após a morte. Espiritualidade é o meu campo de estudo e diante de tudo que tenho estudado posso dizer que tirar a própria vida não vai eliminar o sofrimento, pelo contrário, só acarreta mais sofrimento no outro lado do caminho. Voltando ao filme, gostei do que vi, é um terror de qualidade que indico para quem busca não apenas sustos.  Para conhecer o filme acesse o IMDb

Pedro Coelho (Peter Rabbit, 2018)

Pedro Coelho   é um filme de animação prazeroso de assistir, leve e engraçado na medida certa. Ideal para a família, passa valores sobre lealdade , companheirismo e amizade , além de divertir adultos e crianças.  O enredo é clichê, mas isso não tira o mérito do filme.  Os coelhinhos arteiros são muito fofos. A fotografia com cores vibrantes realça os pelos e expressões profundas deles, deixando os animais realistas. Também gostei da trilha sonora repleta de músicas pop como  I’m Gonna Be  (500 Miles) de The Proclaimers,  Cousins  de Vampire Weekend,  We No Speak Americano  de Yolanda Be Cool & DCUP, entre outras.  Para conhecer o filme acesse o IMDb

Amor Além da Lua (Over The Moon In Love, 2019)

  Amor Além da Lua é um romance adorável do Hallmark.  O filme carrega uma leveza fascinante, cenários magníficos e enredo que envolve o espectador na trama. O casal protagonista tem química e carisma , isso faz com que torçamos por eles o tempo todo. É previsível como praticamente todos os filmes do canal, mas isso pouco importa, pois terminamos de assistir com um sorriso largo estampado no rosto. A história é simples, mas a maneira como é contada é o que faz a diferença. É  um filme que nos faz pensar o quanto a vida é leve, somos nós que a sobrecarregamos de problemas, tornando-a pesada e sofrida.  Para conhecer o filme acesse o IMDb Jessica Lowndes e  Wes Brown

A Felicidade Bate à sua Porta (Good Sam, 1948)

  A Felicidade Bate à sua Porta  é um drama romântico que lembra em alguns momentos o maravilho  A Felicidade Não se Compra  (1946) de Frank Capra. O protagonista dessa história é a bondade em pessoa, ele não sabe dizer não e isso às vezes coloca em risco o conforto de sua própria família. É importante ajudar os outros, mas empatia só é boa quando o comportamento dos outros a espelha, caso contrário, quem tem um bom coração acaba sendo usado. Até nos atos de altruísmo é preciso ter equilíbrio. O filme que se destaca por abordar o tema de maneira cômica e comovente. É um pequeno grande filme que merece ser redescoberto. Para conhecer o filme acesse o IMDb Ann Sheridan e  Gary Cooper

A Ganha-Pão (The Breadwinner, 2017)

  A Ganha-Pão  é um filme de animação pungente baseado  no livro homônimo de Deborah Ellis. M ostra o dia a dia doloroso de uma família sem condições de seguir as regras impostas por um regime estúpido , idealizado e concretizado por pessoas pobres de espírito e quem sofre é a população, principalmente as crianças, que vivem aprisionadas, sem ao menos terem o direito de brincar. É uma animação para refletir, mostra o mundo como ele é, cruel e opressor, neste filme nada é mascarado. Esteticamente é uma animação belíssima, mas o enredo não tem nada de bonito, só vemos sofrimento , não há esperança de um futuro melhor, não consegui ver nenhuma luz no final do túnel. Me senti enclausurada junto à família, acorrentada por indivíduos que não possuem uma gota de amor no coração.  Para conhecer o filme acesse o IMDb " Eleve suas palavras, não a voz. É a chuva que faz as flores crescerem, não o trovão. "

Ainda Estamos Aqui (We Are Still Here, 2015)

  Ainda Estamos Aqui  é um filme interessante, a história contada é clichê, mas a caracterização setentista tem um charme especial. A fotografia e os cenários cobertos de neve transmite agonia e opressão , lembrando em diversos momentos o clássico  O Iluminado  (1980). As atuações são competentes, todo o elenco está de parabéns e a trilha sonora também é boa, remete à várias sensações: medo, angustia, pavor. Particularmente não gostei quando foi introduzido gore e violência, na minha opinião o filme perdeu sua essência. O desfecho também deixou a desejar, imaginei um final diferente do que foi apresentado, ainda assim é um terror que se destaca dentro do gênero. Para conhecer o filme acesse o IMDb Barbara Crampton e  Andrew Sensenig

Malícia (Malizia, 1973)

  Malícia  é um filme que se diferencia das outras comédias italianas de sua época por não ser vulgar, mas está longe de ser uma comédia inofensiva. O roteiro aborda alguns tabus com engenhosidade, porém, a perversidade do adolescente transforma este filme em um drama sombrio , às vezes perturbador.  As humilhações que a personagem Ângela sofre nas mãos do garoto não sou nada engraçadas. Tem seus momentos de humor, mas no geral é uma obra incômoda sobre o despertar da puberdade de um adolescente que possui um grave distúrbio de comportamento. Para conhecer o filme acesse o IMDb Laura Antonelli e  Alessandro Momo

Fiéis (Faithfully Yours, 2022)

  Fiéis  é um filme de suspense holandês que traz um mistério pouco perspicaz. Não sei se é porque assisto muitos filmes de suspense ou se o filme é irregular, mas desvendei a toda história ainda no primeiro ato. Quando envolve casos extraconjugal, a gente já imagina qual será o desfecho. Claro que tem algumas cenas que dava a impressão de levar para outro final, no fim eu estava certa. O filme todo é um jogo de mentiras e todos os personagens são mentirosos, cada um tentando afirmar que a sua mentira é a verdade absoluta. No entanto, as tentativas de elevar a tensão são frustradas. O erotismo não convence, depois desaparece, restando apenas um mistério de assassinato que atira para todos os lados. O desfecho abrupto deixa muitas pontas soltas. E, apesar da previsibilidade, tem alguns méritos como por exemplo as belas locações. Para conhecer o filme acesse o IMDb Bracha van Doesburgh e  Elise Schaap

Ron Bugado (Ron’s Gone Wrong, 2021)

  Ron Bugado  é um filme de animação doce, divertido e que carrega uma importante mensagem sobre os impactos da internet na vida das crianças. Apresenta alguns momentos dramáticos, mas a maior parte são feitos de momentos engraçados. O humor é foi construído para o público infantil, isso não significa que os adultos não vão rir, pelo contrário, há situações e piadas hilárias que provocam muitos risos no público geral. Os dois personagens principais são adoráveis. É lindo ver a construção da amizade entre Barney e o robô, há muito carinho e cumplicidade entre eles. Por outro lado, o filme mostra o papel das mídias sociais em distanciar as pessoas. Não é inovador, nem realista para se tornar uma obra marcante, mas é uma animação muito bonita que merece ser visto por todos os públicos. Para conhecer o filme acesse o IMDb

Intrusion (2021)

  Intrusion  é um filme de suspense psicológico sem originalidade nem grandes surpresas ao longo da trama, mas é um filme bem feito e portanto, capaz de entreter quem busca algo divertido para assistir. Tem um enredo interessante que prende a atenção e as boas performances do elenco deixa a trama instigante.  Embora haja previsibilidade, o filme funcionou comigo. Assisti como se fosse um jogo e foi interessante buscar as peças para encaixar no quebra-cabeça . Espero que funcione contigo também. Para conhecer o filme acesse o IMDb Logan Marshall-Green e  Freida Pinto

Prioridades

 Não se culpe por engavetar alguns planos. Tudo está em constante movimento. As pessoas mudam, as prioridades também. (Scheila F. Scisloski) Artista Hélène Béland

Orgulho e Preconceito (Pride e Prejudice, 2005)

 Um filme encantador, envolvente do primeiro ao último minuto, é assim  Orgulho e Preconceito , adaptação do romance de  Jane Austen , publicado pela primeira vez em 1813. Conta a história de Elizabeth Bennet, uma mulher a frente do seu tempo, que ao conhecer o Sr. Darcy, um homem rico e arrogante, faíscas surgem, porque ela não suporta a arrogância dele, mas com o passar do tempo, Elizabeth se descobre loucamente apaixonada por ele.  O livro é maravilhoso e o filme não deixa nada a desejar, é lindamente filmado, com cenários e figurinos perfeitos. O roteiro escrito com maestria é bastante fiel ao livro, fala sobre as diferenças de classes , o orgulho e o preconceito que predominava na época e as consequências do amor. Também tem um elenco competente que entrega grandes performances. É um filme que brilha em todos os quesitos. Sem dúvida foi a melhor adaptação do romance. Para conhecer o filme acesse o IMDb Keira Knightley e Matthew Macfadyen

Encaixe Perfeito (A Perfect Fit, 2021)

  Encaixe Perfeito  está longe de ser um filme memorável. A história contada não traz nada de novo, é o velho conto de fadas da Disney com alguns elementos mais sombrios, mas nada excepcional. O carisma do casal protagonista e as paisagens paradisíacas de Bali são os pontos positivos, já os diálogos soam piegas demais e o ritmo oscilante deixam o filme mais longo do que realmente é. Outro ponto interessante para observar é a cultura balinesa , suas tradições e costumes. Os valores familiares estão profundamente inseridos na trama. Enquanto assistia imaginava quantas Saski existem ao redor do mundo, impedidas de viver um grande amor por causa de compromissos firmados por outras pessoas. O filme por vezes soa como um remake da Cinderela, porém mais realista. Em vez da madrasta malvada temos aqui um noivo narcisista que se sente proprietário da mulher a quem deveria amar (infelizmente algo ainda comum no mundo todo). Previsível, sem ser previsível, é uma rom-com que instiga alguns quest

Temos Vagas (Vacancy, 2007)

  Temos Vagas  é tenso do início ao fim. O enredo não é propriamente original, é possível encontrar vários clichês do gênero, mas é eficiente e cumpre seu papel. O filme é bem dinâmico com muita ação, mistério, suspense e um pouco de gore, e propicia fortes emoções e vários calafrios . Os protagonistas não tem atitudes idiotas, isso realmente é um ponto positivo em qualquer filme de terror.  O desfecho não foi dos melhores, mas isso não tira o mérito do filme. É um terror que se destaca no meio da infinidade de lançamentos que são colocados no mercado todos os anos. Para conhecer o filme acesse o IMDb Luke Wilson e Kate Beckinsale

Mergulho em Uma Paixão (Wild Hearts Can't Be Broken, 1991)

  Mergulho Em Uma Paixão  é um drama romântico sobre os desafios que a vida joga no caminho das pessoas, algumas se superam, se reconstroem e seguem em frente, outras desistem. A vida nem sempre é justa, cabe a cada um saber lidar com as adversidades da melhor forma. Baseado numa história real, o filme narra a vida de Sonora Webster, uma garota sofrida, porém sonhadora, que vê em um circo a chance de mudar sua vida. É um filme lindo e comovente, que carrega uma belíssima mensagem de persistência , determinação e superação , nos mostrando através de Sonora, que para quem acredita em seus sonhos o impossível não existe. Para conhecer o filme acesse o IMDb Gabrielle Anwar e Michael Schoeffling

Pinóquio por Guillermo Del Toro (Guillermo del Toro's Pinocchio, 2022)

 Os filmes de Guillermo Del Toro trazem sempre um toque especial de magia sombria na sua temática. A capacidade que o diretor tem de lidar com temas maduros de uma forma mágica está presente em quase todos os seus filmes e em  Pinóquio   por Guillermo Del Toro  os elementos fantásticos se fundem com a realidade criando uma obra incrivelmente bela que rende profundas interpretações.  O filme   causa um certo estranhamento no início, principalmente naqueles espectadores que cresceram assistindo a versão clássica da Disney.  Pinóquio  (1940) tinha alguns momentos inquietantes, mas nada muito sombrio. Nesta nova versão, o boneco é assombroso visualmente, mas conforme ele vai amadurecimento  seus defeitos desaparecem aos nossos olhos. Quando mais se aproxima de um menino de verdade, mais encantador ele se torna. Talvez não seja um filme para todos os públicos, mas acredito que todos que assistirem não vão se decepcionar. É uma excelente releitura de um dos contos de fadas mais notáveis da h

Which Brings Me to You (2023)

 Which Brings Me to You é uma Rom-Com diferente das habituais do gênero. Conta a história de duas pessoas desiludidas com o amor, Jane e Will, que se esbarram por acaso em um casamento e concordam em trocar confidências sobre o passado amoroso fracassado de cada um. Há mais drama que humor na narrativa de suas vidas passadas. As situações mencionadas são críveis e faz com que o público se identifique com alguma história, afinal, quem nunca teve uma decepção amorosa que atire a primeira pedra. Não é um filme divertido, mas é interessante. O enredo se aproxima da realidade e os personagens se tornam indivíduos reais, com seus fracassos, medos e anseios. Para conhecer o filme acesse o IMDb Nat Wolff e Lucy Hale  

Alone (2015)

 O cinema de Bollywood tem ótimos filmes, inclusive de terror, mas não é o caso de  Alone . A premissa é convidativa e intrigante, fala sobre duas irmãs gêmeas siamesas . Quando uma delas morre, a irmã viva passa a ser atormentada pelo fantasma da irmã falecida, mas o desenrolar da história revela uma trama recheada de clichês, com narrativa arrastada e diálogos monótonos. Também há inserção musical que só atrapalha o andamento do filme. Poderia ter sido um filme melhor, tinha potencial, mas não ousou e acabou se tornando mais um terror no meio de uma infinidade de filmes sem graça, sem sustos e sem emoção. Para conhecer o filme acesse o IMDb Bipasha Basu e Karan Singh Grover

Spiderhead (2022)

  Spiderhead  é um espirituoso filme de suspense com altas doses de ficção científica. A premissa não chega a ser original, já vimos outras histórias parecidas, mas o conceito do filme é instigante, eu mergulhei na ideia de que as emoções humanas podem realmente ser controladas através de medicamentos. Isso me deixou me deixou entretida a maior parte do tempo. O filme começa bem, apresentando com bons momentos dramáticos, uma certa tensão e sequências divertidas. A fotografia colorida tem um charme singular e o elenco todo é bastante esforçado. Chris Hemsworth está ótimo no papel de um vilão carismático, Miles Teller também entrega uma performance incrível.  Infelizmente  segue o caminho da previsibilidade entregando um resultado insatisfatório. Uma pena, porque tinha potencial e os ingredientes para tornar-se um filme inesquecível estavam todos lá.  Para conhecer o filme acesse o IMDb Chris Hemsworth

O Fabricante de Lágrimas (Fabbricante di lacrime, 2024)

 Baseado no romance de mesmo nome,  O Fabricante de Lágrimas é um filme italiano com grande potencial que desperdiçou quase todas as chances de ser uma adaptação marcante. O enredo é instigante, conta a história de um amor proibido entre um casal de adolescentes que passou boa parte da adolescência em um orfanato e são adotados pela mesma família. No entanto, a falta de aprofundamento dos personagens deixou a história rasa. Terminei de assistir sem saber porque Rigel era protegido de Margaret, enquanto Nica sofria todos os tipos de abusos.  Havia tanto potencial. Os abusos cometidos no orfanato, o transtorno de Rigel, a malvadeza de Margaret, o passado da família Milligan... Tantas nuances que foram deixadas pra lá. Alguns pontos deveriam ser melhor aproveitados, a sequência do tribunal por exemplo foi tão apressada que não despertou nenhuma emoção. Apesar do filme não ter entregado um grande romance, o filme tem alguns pontos positivos. A fotografia é linda, com cenários de "e

Pedacinho do Paraíso

 Mãe é um anjo que Deus colocou no mundo para torná-lo um pedacinho do paraíso. (Scheila F. Scisloski) Artista Diana Pedott

Mãe

 Mãe é: Aconchego; Proteção; Abrigo; Oração. Mãe é: Amor; Paciência; Esplendor; Resiliência. Mãe é: Carinho; Doação; Ninho; Iluminação.  (Scheila F. Scisloski) Artista Victoria Stoyanova

Abençoadas Sejam as Mães

 Abençoadas sejam as mães que dedicam suas vidas para cuidar de outras vidas. (Scheila F. Scisloski) Artista German Aracil

Mídias Sociais

 Aprendi a preservar minha imagem nas mídias sociais. Tudo que acontece na minha vida pessoal é sagrado, deve ser sentido com intensidade, desfrutado ao máximo e jamais revelado aos quatro ventos. Expor momentos bons ou ruins nas redes sociais só vai atrair dois tipos de sentimentos: Inveja e Piedade; o primeiro faz a vida desandar e o segundo é humilhante. (Scheila F. Scisloski) Artista Pieter Wagemans

Voando Alto

 Voe alto, sem medo! Porque um sonho ganha milhares de asas quando busca torná-lo realidade. (Scheila F. Scisloski) Artista Catrin Welz-Stein

Uma Amizade Leal

 Nem todos que se dizem "amigos" são realmente amigos. Alguns só se aproximam para colher informações e quando surgir uma oportunidade vão espalhar meias verdades, somente por maldade. Mais vale ter uma amizade leal que centenas de amigos hipócritas. (Scheila F. Scisloski) Artista Cynthia Chi

Lutas que Enfrentamos

 Conta-se nos dedos as pessoas que nos conhecem de verdade. A maioria que diz nos conhecer não sabe nem um décimo das lutas que enfrentamos, tão pouco conhece nossas cicatrizes. Ter cuidado com quem está ao lado é fundamental para não ter surpresas desagradáveis. (Scheila F. Scisloski) Artista Inge Löök

Amar o Próximo

Só tem capacidade de amar o próximo quem se ama por primeiro. (Scheila F. Scisloski) Artista RaidesArt

Resiliente

 Buscar a felicidade em terras longínquas nem sempre é uma boa ideia. Porque dificilmente é encontrado fora aquilo que vem de dentro. Felicidade é sinônimo de paz de espírito. Ser feliz é ser resiliente. É ser bem-humorado. É encontrar beleza nas miudezas do cotidiano. Quem é feliz tem um brilho que ilumina todos ao redor. (Scheila F. Scisloski) Artista Peijinsart

Solidariedade

Pode ser ingenuidade, mas eu ainda acredito nas pessoas. Acredito nas amizades verdadeiras. Acredito que o amor leal ainda existe. Acredito na cura dos males da alma através dos abraços. Acredito no poder libertador do perdão. Acredito que a solidariedade é o caminho para salvar a humanidade. (Scheila F. Scisloski) Artista Pierre Edouard Frere

Pessoas Simples

 Gosto de estar na companhia de pessoas simples. Elas tem passos leves e irradiam luz por onde passam. (Scheila F. Scisloski) Artista Joseph Clark

Tempestades

 A mentira nunca anda sozinha, está sempre acompanhada por inveja, maledicência, calúnia, mesquinhez, cobiça e ciúme. E vão causando estragos por onde passam. É preciso cuidado para não afundar nas suas tempestades. (Scheila F. Scisloski) Artista Michael Humphries

Reflexão Sobre os Dias Atuais

 Quem usa o sofrimento alheio para espalhar mentiras só mostra o quanto é desprovido de bons sentimentos. Vivemos tempos sombrios, onde as fake news agem sorrateiramente, colocando em dúvida as boas intenções, o amor ao próximo e a empatia. (Scheila F. Scisloski) Artista Norvz Áustria

Faça as Mudanças Acontecerem

 Quer ver as mudanças acontecerem na sua vida? Faça algo diferente todos os dias. Não espere que a vida mude sozinha, comece mudando por você. (Scheila F. Scisloski) Artista Stanislav Sidorov

Ausência

 Algumas pessoas necessitam sentir a dor da ausência para aprender a valorizar a presença. (Scheila F. Scisloski) Artista Vincent van Gogh

Entre Sorrisos e Rimas

 Ela acordou.  Vestiu-se de poesia... Calçou os sapatos da fé... E saiu conquistar o mundo com seu sorriso e suas rimas. (Scheila F. Scisloski) Artista Peijinsart

Os Sapatinhos Vermelhos (The Red Shoes, 1948)

  Os Sapatinhos Vermelhos   é um filme que hipnotiza já na primeira cena. Uma obra de arte que gira em torno da perfeição, proporcionando ao espectador um verdadeiro espetáculo de ballet. A sequência de quase 30 minutos de dança, é sem dúvida, uma das cenas mais encantadoras já produzidas pelo cinema. É algo inexplicável, só assistindo para sentir todas as sensações que este belo filme transmite. É uma obra que envelhece, não  aliás, o passar dos anos só deixaram este filme ainda mais bonito. Enquanto assistia repetia em pensamento:  que filme perfeito .   Com direção e roteiro impecáveis, atuações magnificas, cenários belíssimos e efeitos especiais incríveis, só tinha que se tornar um dos maiores clássicos do cinema.  É conhecido também por ter feito um dos melhores usos do Technicolor, construindo composições visuais belíssimas e usando as cores com elegância. O vermelho predomina em seus diversos tons, simbolizando paixão e tragédia . Quando assisti  Os Sapatinhos Vermelhos  pela

Piggy (Cerdita, 2022)

  Piggy  começa desconfortável, se torna intrigante e termina sangrento. Ambientado na área rural da Espanha, o filme mostra o sofrimento de uma adolescente com excesso de peso que é obrigada a se esconder no açougue de seus pais por ser constantemente intimidada por suas colegas de escola, uma delas inclusive foi sua melhor amiga no passado.  A fotografia bucólica da cidade contrasta com a petulância de seus moradores. Impossível sentir empatia por algum personagem (além da protagonista), todos são tão desprezíveis, inclusive os pais de Sara, interpretados por  Julián Valcarcel e  Carmen Machi. O desempenho de  Laura Galán é incrível, a atriz dá intensidade a sua personagem. Apesar de algumas de suas ações serem questionáveis, ela tem carisma que nos faz torcer para que sua vingança seja concretizada. Para conhecer o filme acesse o IMDb Laura Galán

Abismos (Das Mädchen aus dem Bergsee, 2020)

  Abismos  é um ótimo thriller policial investigativo, mas o filme vai além de um simples mistério de assassinato ocorrido em um lugar edílico , aborda uma temática pesada ao trazer um drama familiar sombrio , com diálogos instigantes e personagens bem elaborados. Enquanto assistimos recebemos algumas informações da infância da protagonista, ficamos sabendo que ela tinha uma irmã que por circunstâncias desconhecidas atentou contra a própria vida quando tinha apenas 12 anos e, depois disso seu pai foi embora e sua mãe se tornou alcoólatra. Para piorar a situação, seu pai reapareceu e está na lista de suspeitos de matar uma jovem garota de programa. Quanto mais Lisa se aproxima da verdade, mais recebe informações sinistras envolvendo sua família. O desfecho da história é chocante. Para conhecer o filme acesse o IMDb Patricia Aulitzky

Justiça Divina

 Quem levanta julgamentos contra o próximo um dia também será julgado. A Justiça Divina é justa. Dela ninguém escapa. (Scheila F. Scisloski) Artista Marcin Kołpanowicz